• Facebook
  • Instagram

O Espetáculo

O espetáculo 68 traz à discussão os momentos fundamentais da luta contra a ditadura militar, dramatizando episódios que marcaram a resistência do povo brasileiro, tendo como foco as experiências vividas em Minas Gerais, particularmente, na cidade de Belo Horizonte, ainda pouco ou quase nada encenada em nossos palcos.

O privilegio de abrigar, a nível nacional, o Memorial da Anistia, vem comprovar a importância da luta travada em nosso Estado, e o coroamento de que ela não se resumiu apenas aos anos da ditadura militar, mas continua atenta e permanente na preservação dos valores que a orientaram e nas vitórias conquistadas. Esse enfrentamento travado em nossa cidade não está desvinculado dos anseios do conjunto da sociedade brasileira, que se colocou como barreira de resistência ao arbítrio, como também não está desvinculado da luta de todos os povos que enfrentaram a ditadura e saíram vitoriosos, e aqueles que ainda a enfrentam em suas mais diversas mais diversas formas. Os valores humanistas supremos da luta por uma sociedade mais justa e igualitária não podem estar circunscritos a um único país: a luta repercute e deverá repercutir sempre onde haja uma sombra de ameaça contra os princípios democráticos de liberdade plena.